O elefante na sala

Esta peça jornalística de um canal de televisão australiano mostra bem o problema grave que enfrentamos ao tentar melhorar as nossas cidades:

É muito fácil atacar e censurar a minoria. Dava muito mais trabalho e dores de cabeça mostrarem-se chocados pelo excesso de veículos automóveis no centro das cidades ou pelo excesso de velocidade destes, que são a origem deste “grande perigo” a que esta gente acha que esta dupla ciclista mãe & filha se está a expôr de forma “irresponsável”.

Curioso que, para eles, a irresponsabilidade não é de quem põe os outros em perigo ou das autoridades que permitem que tal aconteça, mas de quem, por uma razão ou por outra, se expõe de forma mais vulnerável ao perigo causado pelas acções dos outros.

Inenarrável é ainda aquela cena imbecil do teste de colisão do atrelado e comentários associados. Uma colisão a 60 Km/hora naquelas ruas? Really?  Então devem achar os peões outros irresponsáveis…  Qualquer pessoa que ande na rua sem uma carapaça de metal, exposta a veículos desgovernados está a arriscar a vida de uma forma inaceitável ao ponto de dever ser ilegalizada….

A escolha dos comentadores, que não incluiu ninguém que efectivamente compreenda o que é andar de bicicleta na cidade, ou as questões de segurança rodoviária relevantes para o caso, é chocante.

Para algo tão tremendamente perigoso, não deixa de ser no mínimo intrigante que esta mulher o faça há 5 anos sem problemas a assinalar… Confundem perigo com risco.

Esta mentalidade é a mesma de quem acha que a culpa de uma mulher ser violada é dela própria. Para esta gente, esta mulher que opta por um meio de transporte saudável e sustentável num meio urbano, dando um bom exemplo aos seus pares e à sua filha, está a “pedi-las”.

Não é estranho que isto seja num país onde implementaram a obrigatoriedade do uso do capacete. Agora estão todos muito melhores, não morrem poucos de acidentes de bicicleta, morrem muitos de doenças associadas ao sedentarismo e à obesidade e em acidentes de automóvel.

*sigh*

Esta entrada foi publicada em bicicletas, insólito, mulheres, sociedade, videos com as tags , , , . ligação permanente.

3 Responses to O elefante na sala

  1. miguel diz:
    Mozilla Firefox 15.0 Linux

    dá-se!!!

    e esta:
    http://menos1carro.blogs.sapo.pt/150306.html
    🙂

  2. Dário diz:
    Mozilla Firefox 17.0 Windows 7

    As vezes quando criticamos Portugal esqueçemos que estes paises considerados super exemplos e quase perfeitos, tem este tipo de comentarios varias vezes.Da me a entender uma sociedade muito virada para o consumismo e egoísmo.
    Cumprimentos ..

  3. termal12 diz:
    Mozilla Firefox 22.0 Windows 7

    Na “mouche”.

    “Esta mentalidade é a mesma de quem acha que a culpa de uma mulher ser violada é dela própria. Para esta gente, esta mulher que opta por um meio de transporte saudável e sustentável num meio urbano, dando um bom exemplo aos seus pares e à sua filha, está a “pedi-las”.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.