MUBi 2.0

Portugal não tinha, até 2009, nenhuma associação de utilizadores (“grassroots“) dedicada à melhoria das condições de utilização da bicicleta como meio de transporte e à defesa dos direitos de quem a faz. A única associação relacionada existente até aí era a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), uma federação de clubes de Cicloturismo (que aqui significa ciclismo de estrada, e não só, e não turismo em bicicleta), que também integrava membros individuais, onde se incluem os Utilizadores de Bicicleta para transporte e outros.

Em 2009 foi oficialmente constituída a MUBi – associação pela mobilidade urbana em bicicleta, uma ideia nascida e criada no seio de um grupo alargado de pessoas envolvidas em movimentos e iniciativas pró-bicicleta como transporte, como a Massa Crítica, a Cicloficina e o Bicicultura.org.

Os primeiros 2 anos deste projecto, desde a materialização da ideia no final de Dezembro de 2008, passando pela sua constituição legal em meados de 2009, até à sua redinamização em Novembro de 2010, envolveram muita discussão interna e alguma dificuldade em acertar agulhas e em chegar a, e acordar em, um modelo de operacionalização da associação, o que fez com que se mantivesse num estado quase latente durante vários meses após a sua constituição oficial.

No final de 2010, após alguém propôr a sua dissolução, a MUBi acordou do seu estado de semi-hibernação com um grupo de pessoas, algumas ainda do conjunto de fundadores, outras novas que se foram juntando entretanto, que se (re-)organizou, discutiu, e pôs a associação de novo em movimento, procurando ultrapassar erros e impasses do passado, em nome da viabilização de um projecto cada vez mais urgente.

Ontem, dia 1 de Fevereiro de 2011, foi publicado o novo sítio online da MUBi, que marca a fase 2.0 da associação. 🙂

Entrem e naveguem à vontade.  Ainda tem pouca coisa, mas o trabalho de bastidores já começou, e ao longo do tempo irão surgindo conteúdos novos, notícias, projectos, etc.

A MUBi é uma associação de utilizadores, pelo que os seus sócios são pessoas individuais (normalmente utilizadores de bicicleta), mas há várias formas de cooperação previstas com empresas e outras pessoas colectivas. Temos vários projectos giros e úteis na calha. 🙂 Fiquem ligados! E entretanto, façam-se sócios. Para já não recebem nada, mas também ainda não há quotas. 😉 Por enquanto serve só para engrossarem o exército de salvação MUBiano, registando o vosso apoio ao nosso trabalho e à nossa dedicação em mantê-lo. Se estiverem no livro de caras, vejam se gostam da nossa página.  Espalhem a palavra! 🙂

Esta entrada foi publicada em bicicletas, mobilidade, política, sites, sociedade com as tags , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.