15 vidas

Ontem eu e o Bruno comemorámos 8 anos de namoro. 🙂 Não deu tempo para grandes comemorações especiais, pelo que fomos apenas ao cinema, precedido de um jantar fast-food (crepes!). Continuo a querer ir ver o Austrália, mas o Bruno não está para aí muito virado, e aquilo dura 3 horas, pelo que optámos por ir ver um mais curtinho, de “apenas” 2 horas, o 7 vidas, com o Will Smith. Ainda não tinha lido ou visto nada acerca deste filme, tinha apenas uma pequena sinopse no guia do cinema e a referềncia do Bruno (Alexandre) no post sobre o Benjamin Button. 😉

[Há cenas nos trailers online que eu não me lembro de ver durante o filme…]

Achei o filme um bocado lento e frustrante até meio, talvez dois terços do mesmo. Não via ali um fio condutor, não conseguia perceber a lógica unificadora de todas aquelas pontas soltas. No fim tudo se revelou e a história “fez-se”. Não me lembro da última vez que chorei com um filme (à parte o Titanic, há vários anos – sim, eu chorei com o Titanic 😛 ). Neste chorei. É uma história especial, singular na maneira como alguém decide reagir e agir sobre algo que fez, que aconteceu, e que marca de uma forma insuportável a sua vida.

É diferente do Benjamin Button, não são comparáveis. Vejam os dois. 😉

Esta entrada foi publicada em videos com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.