Caça aos farsantes na web

Via Times Online, no Reino Unido a partir de 31 de Dez de 2007, os estabelecimentos comerciais (hotéis, restaurantes, lojas online, etc) e demais empresas que publiquem online generosas reviews deles próprios (ou criando mesmo websites inteiros) sob falsas identidades (fingindo serem clientes) poderão ser identificados e expostos ou até mesmo processados criminalmente. Isto será resultado de uma directiva europeia que proíbe os comerciantes de “falsamente se representarem a si próprios como um consumidor”. Isto aplicar-se-á igualmente a autores que elogiem os seus próprios livros sob uma falsa identidade em sites como a Amazon. (…)

A mudança faz parte de uma revisão a nível europeu das leis de protecção do consumidor. Irá obrigar as empresas a não induzirem em erro os consumidores e irá também banir práticas comerciais agressivas tais como a venda porta-a-porta, saldos por liquidações fictícias e usar as crianças para pressionar os pais a comprar produtos.

São boas notícias! 🙂 Só gostava de saber se a lei também acautelou o reverso da moeda naquilo das reviews falsas (inventadas) ou feitas sob identidades falsas ou que não explicitem os interesses do autor (se eu fizer uma review de um produto que eu uso mas que também vendo tenho que indicar esse facto!), ou seja, esse mesmo tipo de review mas feita para denegrir a concorrência ou os seus produtos. Na minha opinião as duas coisas têm que ser previstas e legisladas pois estão intimamente interligadas.

Claro que isto pode tornar-se um bocado perverso. Antes de sermos empresários somos também consumidores. Teremos que estar sempre de sobreaviso de cada vez que comentamos um blog, uma notícia, ou que postamos no nosso blog pessoal, porque podemos estar a falar de experiências e opiniões nossas individuais que possam ser interpretadas como uma tentativa de bajular produtos que também vendemos (além de os usarmos como consumidores) ou de denegrir produtos vendidos por terceiros ou serviços e trabalhos feitos também por terceiros. Ou teremos que passar a assinar todos os nossos comentários e posts com uma assinatura com um disclaimer tipo “Atenção, eu sou fulano tal, trabalho na empresa tal, e tenho interesses nos negócios tal e tal”. G’anda seca. 😛 Era tudo tão mais fácil se fôssemos todos honestos e de boa índole. 😛

Esta entrada foi publicada em política com as tags , , . ligação permanente.

2 Responses to Caça aos farsantes na web

  1. bluey diz:
    Mozilla Firefox 2.0.0.1 Ubuntu Linux

    Também estava a pensar nessa notícia. Não sei se isso abrangerá coisas como o que a Sony fez com os vídeos no Youtube e o site falso. Desde que esteja explícito que tu és quem és e não haja utilização de identidades fictícias, mesmo que tenhas um interesse comercial no produto, não deve haver problema.

    ;-*

  2. Vtrain diz:
    Mozilla Firefox 2.0.0.1 Windows XP

    🙂 pois o que a Sony fez não foi nada claro sobre ser ela própria que controlava o site de fans, os videos do youtube, etc. Também me parece que deste que não te ponhas a fingir que vais comprar coisas com outras identidates …
    Vtrain

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.