Crónicas da SPEZI II: Rülzheim

O parque de campismo onde ficámos era nesta localidade. A zona para tendas era mínima, o parque é essencialmente para caravanas (permanentes, na prática). Na recepção não falam inglês (zero, mesmo).

Havia coelhos por todo o lado, e saíam principalmente à noite. Cute. Havia também imensos mosquitos na zona das tendas, provavelmente pela proximidade de um lago.

Camp site

Do parque à estação de comboios eram uns 15-20 minutos a caminhar, essencialmente por vias agrícolas (que ligam tudo em rede, e onde o trânsito de bicicletas e peões é permitido) e depois pelo passeio.

Beautiful countryside I don't get this in Portugal... WHY?!?

Os comboios são a diesel (mas não cheiram mal), e passavam de hora a hora.

Train

O bilhete para Germersheim custava 2 € e comprava-se numa máquina sem instruções em inglês, e a viagem era suave, agradável. Os comboios eram mais antigos mas confortáveis, e com zona para bicicletas e carrinhos de bebé. Em termos de acessibilidade para cadeiras-de-rodas não sei como era, pois havia uns quantos degraus a vencer…

As estações de comboio eram simples e com plataformas muito baixas. Não havia vedações ao longo da linha, everything just blended in smoothly.

Completely exposed rail line I guess people don't atempt stupid things here Alone in the fields The rail line, seamlessly

Era como se tudo tivesse aquele ar neat, e novo.

Everything just looks so neat

A estação em Rülzheim tinha uns racks para bicicletas. E uma paragem de autocarros muito mal tratada…

Bike racks with shelter at Rülzheim's train station

Perto do parque de campismo havia umas quintas de produção de avestruzes, uma descoberta algo inusitada.

Avestruzes

Um pouco como em Friedrichshafen e Lindau (que visitámos na viagem à Eurobike em 2006), as pessoas têm quintais que cuidam com dedicação, transformando-os em belos jardins, hortas ou locais de diversão.

Backyards People take great care with their backyards, with gardens and "mini-farms" Kid's military fort

Vimos algumas pessoas a passar de bicicleta com cães num cesto atrás. 🙂

Dogs on bikes

Esta era uma zona agrícola, supostamente “rural”, com os campos cultivados e tal. Mas aqui e ali, ao longo da linha de comboio havia pequenas localidades de moradias concentradas num só local, em vez de haver uma casa em cada monte, como cá. Na verdade, nem sei se os habitantes destas localidades trabalham nos campos em volta, provavelmente vão todos para as localidades maiores próximas. Seja lá por que for, a organização do espaço resulta em algo eficiente e harmonioso.

No parque de campismo havia várias bicicletas estacionadas em cada quintal. As pessoas usavam-nas até para irem aos balneários. 🙂

——
Este post faz parte de uma série sobre a nossa viagem à SPEZI, na Alemanha, em Abril de 2008.

Esta entrada foi publicada em Miscelânea com as tags , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.