Limobike

Engraçado que ainda aqui há umas semanas atrás falei ao Bruno de uma ideia semelhante, ter táxis-mota além dos tradicionais carros. Faz todo o sentido que haja maior diversidade de veículos na frota das companhias de táxi. Porque terão sempre que ser carros de 5 lugares? Porque não ter algumas carrinhas para poder levar 6 ou mais passageiros, ou motas para quando se está com muita pressa e o trânsito está demasiado caótico?

Há dias falei das Pink Ladies, agora falo da Virgin Limobike! O sistema é o mesmo, é um serviço que se solicita, não é um “táxi” normal. Fixe, não é? 🙂

Esta entrada foi publicada em empreendedorismo, mobilidade com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.