Mixing no Linux com Python, GTK2 e GStreamer

Graças ao esforço do Jono em incentivar quem pegue nesta matéria, estive a brincar com os exemplos dele, no Eclipse+PyDev (entretanto fartei-me das manias do Eclipse e passei a usar o PyPe) e no Glade.

Fiz um simples player com controlo de pitch, ganho de volume e bending. 🙂

screenshot-pydj.png

O código foleiro em Python está aqui, e o interface glade, aqui.

Entretanto refiz o GUI e estou a tentar fazer alguma coisa de jeito e usável (o código actual está aqui). 🙂

screenshot-pydjpy.png

Com o poder que os pipelines do GStreamer permitem, talvez consiga aquilo que pretendo, um player simples com controlo de pitch e possibilidade de definir as opções do sink para poder usar duas placas de som independentes. Até os kill switches devem ser simples de implementar (adicionando um bpwsinc ao pipeline ou algo do género), só não sei como será a latência… 😛

Alteração ao GUI para os kill switches:

screenshot-pydjpy-1.png

Muito obrigado Jono!

Publicado por

bluey

Ah e tal, qualquer diferença entre isto e a realidade não é pura coincidência.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*