Gente inadaptada, a Web e o copianço no meio académico de conteúdos desta

Antigamente quem copiava, seria apanhado se o Professor conhecesse as fontes, ou fizesse pesquisa. Hoje isso fica perto de uma pesquisa num motor de busca da Web. Significa isto que há mais gente a copiar, ou simplesmente que são mais facilmente detectados estes copianços?

Professores (recomendo a leitura dos comentários! Muito interessantes!) incapazes de se adaptar como os batoteiros se adaptaram, e vêem falar de declínio do sistema de ensino, ou da moral dos alunos e colocar as culpas na Wikipedia e afins… Abram os olhos para a vida, batoteiros sempre existiram, sempre existirão, porém agora é mais fácil apanhá-los. Talvez isto seja um avanço na qualidade do meio académico, em vez de um declínio. Depende de como se olha para a questão.

Claro que têm que vir sempre pessoas com os seus discursos fatalistas e com aromas de censura.

E como é habitual, também se pode ler a vitimização da instituição, o choradinho da falta de fundos, etc.

Do que posso compreender, até quase que se colocam as culpas na metodologia Open Source, e nas comunidades on-line, acho isto bem recheado de FUD.

Aprendam a lidar com isto, o que potencia os batoteiros, potencia as instituições. Sentem-se ultrapassados? Muitos anos à sombra da bananeira? Acordem para a vida. 😛

Concordo com esta quote no /. – “this discussion undermines the ridiculous and hypocritical nature of higher education – creating an institution where what they are really selling is reputation.” e “Any resource can be “cut and pasted”. To lay any blame on Wikipedia, or any reference for this is absurd.”

Yup, urge arranjar formas mais adequadas de avaliação, mas com um sistema onde o ensino está decrepito (muito Web 1.0 :P), mudar a avaliação é pouco…

Publicado por

bluey

Ah e tal, qualquer diferença entre isto e a realidade não é pura coincidência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*