Como circular correctamente (ou não) nas rotundas

Os bons exemplos vêm de cima. Or not.

Circular pela via mais à direita é errado, e empata os tipos que cortam as rotundas, o que é uma chatice. Assim diz Alcino Cruz da Associação Portuguesa de Escolas de Condução…

Esta entrada foi publicada em videos com as tags , , , . ligação permanente.

6 Responses to Como circular correctamente (ou não) nas rotundas

  1. Rui diz:
    Mozilla Firefox 3.0.10 Mac OS X 10

    Desculpa mas não percebi. O quem o homem disse não é correcto? É efectivamente perigoso conduzir pela direita caso a nossa saída não seja imediatamente a seguir. Não empata quem corta rotundas, empata quem quer sair da rotunda. Pelo menos foi assim que me ensinaram e considero correcto, caso contrário é o caos e acidentes. Muitas vezes ouço, principalmente as mulheres, dizerem “eu conduzo sempre por fora por que se me baterem eu não sou culpada”… costumo chamar a isto condução à p***.
    Se percebi mal explica-me 😐

  2. jorge diz:
    Mozilla Firefox 3.0.10 Windows XP

    Não concordo que se atravesse a direito, mas circular por fora também não é boa prática. Eu sei que as pessoas circulam por fora para se defender dos outros artistas, pois se tentarem fazer correctamente saem prejudicadas, mas isso não justifica…

    É a selva…

  3. Mozilla Firefox 3.0.10 Ubuntu Linux

    Rui, como é que usar a via de trânsito mais à direita pode ser, em si, perigoso, salvo se assumirmos que toda a gente vai atravessar-se à nossa frente vinda de vias mais interiores (à esquerda) para cada saída?

    Circular pela via mais à direita não empata quem faz as rotundas correctamente, esses vêm atrás de nós para sair nessa saída que nós não tomámos por algum motivo (por vezes tens que “ler” as rotundas para perceberes por onte tens, afinal, que seguir, outras vezes pode acontecer mudares de ideias ou aperceberes-te que afinal não é aquela a saída certa). No máximo, essa opção pela via exterior para sair na 2ª, 3ª, etc, saída diminui a eficiência da rotunda no escoamento do tráfego.

    O problema é que muita gente trata cada saída de uma rotunda como se fosse um entroncamento deste género:

    Rotunda_vs_Entroncamento

    Pior:

    Rotunda vs. Entroncamento 2

    Em qualquer outro contexto isto seria visto como a asneira que é, no caso das rotundas é simplesmente normal.

    Quando se criam estruturas que não impedem comportamentos estúpidos e/ou perigosos, ou até os incentivam, o que se vai verificiar são comportamentos estúpidos e/ou perigosos. As rotundas deveriam, talvez, ser algo mais deste género, em que o design induz ao comportamento correcto e minimiza os riscos e os acidentes:

    Hipótese de rotunda multivia?

  4. Rui diz:
    Mozilla Firefox 3.0.10 Mac OS X 10

    Acho que apenas se torna perigoso porque cada um utiliza a rotunda conforme lhe apetece e não segundo a mesma regra. A questão não está em alguém se atravessar à nossa frente, até porque ao sinalizar-mos a saída de rotunda com pisca os veículos mais à direita tem prioridade… dai o truque de “o outro tem a culpa se bater”. Eu considero que se fizer uma rotunda sempre pela direita EU vou estar no caminho de alguém e sinceramente sinto que estou a fazer algo errado. Se passo uma saída e não saio posso congestionar o tráfico interior, na seguinte volto a congestionar e por ai fora. Se for só eu até nem é grave. Se forem muitos os que estão nas vias interiores nunca vão conseguir sair. Por acaso até de bicicleta tento utilizar as vias interiores.
    Com o mudar de ideias não concordo. Se nos engana-mos no transito devemos assumir esse engano e seguir em frente, não efectuar manobras bruscas ou atitudes incorrectas. Tenho que concordar no entanto com a situação de leitura de caminho a seguir, principalmente em locais desconhecidos (ex: férias) onde existem rotundas sem esquema prévio de saídas.
    Finalizando, eu concordo plenamente com a forma como as rotundas são usadas e, todos seguindo a mesma regra, salvo os casos de falta de sinalização, a rotunda é fácil de utilizar. Infelizmente isso não acontece e existem muitas rotundas que são poços dos comportamentos que falas.
    Lembrei-me de um episódio dos Simpsons em que a família vem à Europa e fica uma tarde a dar voltas a uma rotunda 😀

  5. Rui diz:
    Mozilla Firefox 3.0.10 Mac OS X 10

    Não quero dizer que não haja alternativas muito melhores e ai deves estar mais à vontade que eu! Amanhã a ver se faço um desenho exemplificativo da minha utilização da rotunda.

  6. Internet Explorer 6.0 Windows XP

    Esse senhor do vídeo está desconexo com a realidade. Fazer continhas de segundas e terceiras faixas para segundas e terceiras saídas é uma invenção de contabilista que não está em lado algum do código da estrada, e enquanto vigorar a república temos que nos reger pelas suas leis, e não pela vontade subjectiva pessoal. Vamos lá ver: uma pizza é redonda, um donut é redondo, e uma rotunda também. Portanto, há que virar o volante em redondo, para fazer o trajecto redondo da rotunda redonda. De excluir os comportamentos aceleras à campeão de cortadores de rotundas que passam a direito, atravessando-se à frente de quem circula em redondo, assumindo-se prioritários porque querem sair de dentro para fora, através da faixa exterior, ignorando os que circulam em redondo. Uma rotunda é um conjunto de faixas concêntricas sem principio nem fim: portanto, nenhuma faixa interior dá saída para onde quer que seja. A única faixa de saída num rotunda é a exterior. As faixas interiores destinam-se apenas a ultrapassagens, e para uso quando a exterior estiver congestionada. As seguradoras têm que cumprir a lei, e obviamente defendem quem circula pela direita, na sua faixa e seguindo em frente, sem mudar de faixa, nem indicar pisca por ausência de mudança de faixa. Seguir em frente numa rotunda redonda, é apenas circular dentro da faixa marcada. Só pode sair de uma rotunda quem esteja posicionado na faixa externa. O resto, são fantasias…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.