Apelo às mulheres das bicicletas

Pá, a caderneta das Binas tem neste momento 10 cromos, dos quais apenas 2 são mulheres (uma delas sou eu), os outros 8 são homens e jovens. O retrato típico. Não pode ser! Onde estão as mulheres e os mais velhos?… Ponham lá o vosso cromo também. 😉

Esta entrada foi publicada em mobilidade, mulheres, sociedade com as tags , , , , , , . ligação permanente.

2 Responses to Apelo às mulheres das bicicletas

  1. catarina diz:
    Mozilla Firefox 3.0.5 Windows XP

    Olá Ana,
    Lá por não não haver mais mulheres no cromos não quer dizer que elas não andem de bicicleta.
    Eu sou mulher. Eu ando de bicicleta. Andei durante 2 anos em Lisboa e agora vim passear para outros lados.

    Lembro-me de ver mulheres de bicicleta em Lisboa, uma vez uma mãe com o puto atrás na cadeira. Outra uma mãe com o puto de 6/7 anos ao lado. Uma vez na zona ribeirinha uma miúda descontraidíssima a fumar o seu cigarro enquanto pedalava na zona fresca.

    Não é por não haver cromos que elas não existem. Elas andem aí 🙂

    Boas pedaladas.

  2. Mozilla Firefox 3.0.5 Ubuntu Linux

    Olá Catarina,

    Sim, eu também vou vendo algumas aqui e ali. Ainda ontem vi uma muito “cycle chic” em Cascais. 🙂 Mas as estatísticas fora da Dinamarca, Holanda e Alemanha costumam ser essas, maioritariamente homens e jovens… Justamente para lhes dar mais visibilidade (e incentivar outras) apelei a que contribuam com o seu “cromo” para a caderneta do António. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.