Votos de um Natal sem prendas

Sim, porque as pessoas que escolhem deixar os presentes para oferecer noutras alturas do ano podem passar esta época calmas, com mais dinheiro no bolso, sem envelhecer prematuramente por causa do stress das compras, tendo tempo para passear e passar tempo com a família, dispensando as compras e prendas sem sentido nem valor nem significado (comprar porque se tem que oferecer algo). Abdicar da bonecada, do plástico, do excess packaging and wrapping, do lixo, do desperdício. As pessoas levam uma vida parva, sem tempo para conhecer as outras pessoas e saber o que as fará felizes, verdadeiramente, sem tempo para se dedicarem a elas pensando a sério as prendas que oferecem. Detesto prendas tipo bugigangas sem significado nem utilidade. Detesto prendas para encher chouriços. Detesto-as para mim e detesto-as para os outros. Por isso sou difícil de agradar (ou pelo menos contentar) e escolher prendas dá-me o triplo das dores de cabeça que ao average Joe. Because I care. E isso dá trabalho com’ó caraças, pá.

A todos, um bom Natal, com casa quentinha, comida boa na mesa e muita gente em casa. 😉 E não se esqueçam de pôr para reciclar todo esse papel e afins das prendas. Ai a loucura, a loucura… 😛

Esta entrada foi publicada em sociedade com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.