Eventos sobre mobilidade em Setembro: o de dia 18

No dia 18 fui assistir ao seminário da OEINERGE, “MELHOR MOBILIDADE, MELHOR OEIRAS”.

Seminário "MELHOR MOBILIDADE, MELHOR OEIRAS"

Era na Biblioteca Municipal de Oeiras e por isso fui de bicicleta. 🙂

Seminário "MELHOR MOBILIDADE, MELHOR OEIRAS"

Era a única. Não sei que opções tomaram as pessoas que participaram no seminário e trabalham na Câmara Municipal (ali perto), arrisco a assumir que usaram o carro, mesmo que tenha sido em carpooling. Alguns “meros” cidadãos” usaram os TP. Estava muito pouca gente no seminário, a maioria era das entidades que organizaram ou apresentaram estudos no seminário. A sociedade civil não apareceu (salvo meia-dúzia de excepções nas quais me incluo).

Na apresentação do estudo de mobilidade para Oeiras da TIS, percebi que o Professor José Manuel Viegas deve ter mudado de ideias quanto à bicicleta, visto abordar o seu uso, vias cicláveis, etc, neste estudo. Ou então acha que Oeiras é diferente de Lisboa e que aqui as pessoas não se vão matar umas às outras e a si próprias ao optar por circular de bicicleta…

Seminário "MELHOR MOBILIDADE, MELHOR OEIRAS"

Houve algumas coisas que aprendi ao assistir a este evento, nomeadamente que para mudar uma paragem de autocarros de sítio ou o percurso de uma carreira, tem que se pedir o aval à administração central… (!!!). Mas houve outros pomenores que não foram abordados ou que foram mal explicados e, pela primeira vez, decidi arriscar e colocar perguntas aos oradores. Delineei-as no papel e pus o braço no ar. Ia fazer aquelas perguntas independemente do coração acelerado (isto de ser tímido é do caraças). Mas não me deixaram, “não havia tempo”. Só 3 pessoas fizeram perguntas, e se tivessem gerido melhor o tempo quer dos que perguntaram quer dos oradores que responderam, eu também teria podido falar… 🙁

Enfim, foi uma banhada, como esperava. Vejam os exemplos desta foto:

Seminário "MELHOR MOBILIDADE, MELHOR OEIRAS"

O SATUO anda prá frente e pra trás VAZIO, há anos, a gastar energia e a fazer ruído desnecessário junto às casas dos prédios por onde passa.

Os comboios não estão preparados para serem utilizados por utentes com maiores necessidades de espaço (mesmo que pagassem por isso): bicicleta, carrinhos de bebé, cadeiras-de-rodas, equipamento desportivo como pranchas de surf, mal cabem nas carruagens e tornam-se um empecilho. Tem havido progressos por parte da CP, mas a falta de carruagens adequadas e a subsequente limitação de levar bicicletas nos fluxos e horas de ponta, impedem a utilização do conjunto comboio/bicicleta para ir para o emprego…

Os autocarros andam todos sujos, sebosos, e as paragens não têm conforto nenhum (a maior parte não tem sequer abrigo, nem banco).

É assim que querem tirar pessoas dos seus carros e pô-las a usar transportes públicos?…

Esta entrada foi publicada em mobilidade com as tags , , , , , , , , , , . ligação permanente.

2 Responses to Eventos sobre mobilidade em Setembro: o de dia 18

  1. Pingback: Perspectivas díspares do mesmo problema e do mesmo evento at b a n a n a l o g i c

  2. valter diz:
    Internet Explorer 7.0 Windows XP

    Response to “Eventos sobre mobilidade em Setembro: o de dia 18”

    gostaria de saber
    qual horario começa no dia 21 setembro

    onde bairro?

    quanto temque pagar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.