SEM 2007 “Ruas para as pessoas”

Realmente, eu também me contentava só que houvesse passeios para as pessoas, para começar…

Passeio por onde as pessoas mal conseguem passar...Fileira de obstáculos no passeio!Não há condiçõesCorrida de obstáculos na Calçada da AjudaObstructed sidewalks: business as usualComo estacionar o carro à imbecilMas isto faz sentido para alguém?...Os peões, essa raça desprezadaA caminhar até à escolaCorrida de obstáculos na Calçada da AjudaInacreditávelDeviam rever a definição de "passeio" para Portugal...Passagem obstruídaWhat the fuck is this?!A culpa não é da árvoreDesigualdades gritantes

Devíamos ter uma Semana Portuguesa da Mobilidade, para tratarmos primeiro do básico, porque os nossos amigos europeus estão um bocadinho mais à frente que nós. Ter uma Semana Europeia da Mobilidade e reivindicar “ruas para as pessoas” quando as nossas infrastruturas e espaços públicos medíocres levam as pessoas a preferir andar de carro 50 metros que arriscar-se a andar a pé, e que ostracizam todos os que tenham limitações temporárias ou permanentes de mobilidade, é um bocado… hipócrita.

Esta entrada foi publicada em mobilidade com as tags , , . ligação permanente.

2 Responses to SEM 2007 “Ruas para as pessoas”

  1. Marcelo diz:
    Internet Explorer 7.0 Windows XP

    Olá,
    As árvores no passeio ainda são toleráveis. Possivelmente elas estavam lá antes da rua existir.
    Achei estranho esses anúncios trancando todo o caminho. Não existe alguma lei que proíba isso?

    Abraço

  2. Mozilla Firefox 2.0.0.3 Ubuntu Linux

    Olá Marcelo,

    A culpa não é das árvores e não devem ser arrancadas. A culpa é de quem faz passeios e planta árvores não planeando o seu crescimento… A solução é roubar espaço à estrada ou onde der…

    Não sei se há legislação, mas também não serve de nada. Também há legislação a dizer que os edifícios públicos têm que ser acessíveis por cadeira-de-rodas, ou que os passeios têm que ter determinada largura mínima ou que os carros não podem estacionar em cima dos passeios, e o resultado é este.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.