Reino Unido defende direito ao ar

Depois da Irlanda, Gales e Escócia, é a Inglaterra a ser smoke-free a partir de dia 1 de Julho de 2007. O Reino Unido passará a ser o maior país smoke-free do mundo. 🙂

Em Portugal falam, falam mas não fazem nada. Eu bem gostaria de sair mais vezes a bares e afins, e mesmo umas discotecas pra curtir a música e dançar um pouco. Mas com tanto fumo não consigo estar. É suposto uma pessoa sair e ir a um lugar para se divertir e passar um serão agradável. Se não consigo respirar, se me ardem os olhos e a garganta, se o meu cabelo, pele, roupa, mala, etc ficam a tresandar a tabaco, um cheiro seco e insuportável, obviamente não estou a divertir-me nada. Quando vou, tento sair o mais depressa possível e acabo por consumir menos do que poderia. E na maior parte das vezes nem chego a sair.

Aqueles empresários todos sempre a queixarem-se que se proibirem o tabaco os clientes desaparecem, nunca pensaram que há outros clientes que não aparecem justamente pela ausência de proibição… Tónis. Por mim, que se lixe. Um dia ainda abro uma rede de bares smoke-free e agarro o nicho de mercado. Já se a proibição for real e não ao gosto do empresário, lixa-me a ideia de negócio. 😉

Esta entrada foi publicada em política, sociedade com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.