Tamera na TV

A SIC Notícias vai passar um documentário sobre Tamera: “TAMERA – Uma Fórmula Para a Paz“. Tem cerca de 50 min e passa hoje às 23h e amanhã às 13h.

Soube através de um e-mail da Meike Müller, na newsletter que subscrevi desde que assisti a uma apresentação do projecto, em Évora, em 14 de Maio de 2005 no Encontro Alternativas e Resistências. Na altura gostei muito do que vi e ouvi e fiquei bastante interessada na temática (mais na vertente ambiental do que propriamente na espiritual). Antes do Encontro tinha ficado a conhecer o projecto através das mailing-lists do GAIA.

«Estimados amigos, estimadas amigas !

Desde Tamera, lhes desejamos uma boa passagem de ano e esperamos que tenham tido um bom natal.
Lhes escrevemos hoje para avisar sobre a exibicão em televisão do documentário “Tamera- Uma fórmula para a Paz”, de cerca de 50 min., realizado por uma produtora portuguesa há um ano e meio atrás. Para quem ainda não esteve aqui, o documentário dá uma boa vista sobre as ideias base do projecto, para os que já conhecem é uma lembranca- passem a palavra para que quem tenha interesse possa utilizar esta chance de ter uma primeiríssima impressão. Mesmo já não estando completamente actualizado, penso que ele consegue dar alguma ideia do que pretendemos fazer.

Com cumprimentos ansiosos por um futuro sem guerra,
Meike Müller
Tamera.
»

Sinopse

Não há caminho para a Paz. A Paz é o caminho.

(Mahatma Gandhi)

Esta história conduz-nos até Tamera, uma pequena comunidade nascida, em 1995, no sul de Portugal.

Tamera tem um sonho que implica uma mudança na forma de ver e de compreender o (nosso) mundo. Porque o Homem é o motor dessa transformação, este projecto de Paz apresenta-se como uma espécie de laboratório social, em plena harmonia com a Natureza.

Tamera define-se como um biótopo de cura. Este processo estende-se a todas as áreas da convivência humana e leva a comunidade a acreditar que, se for possível montar num determinado ponto do planeta um modelo de cultura não-violento, onde a Paz possa realmente ser vivida, então, esse modelo terá um efeito concreto sobre a esfera de pensamento da própria Terra, como um ponto de acupunctura para a Paz. Criar uma rede global de trabalho para erguer o “Movimento por uma Terra Livre” é a ambição política de Tamera.

Para atingir estes objectivos, a comunidade, que conta actualmente com cerca de 100 pessoas, precisa ainda de cultivar a sua
auto-suficiência. Longe da selva urbana e alimentada pelo calor do Sol, a energia do Amor e da Vida, Tamera ensaia um modelo social que ganha forma à medida que a semente de uma nova cultura cresce. Será esta a chave para enfrentar os actuais problemas do mundo? Será este o caminho que poderá levar a Humanidade à descoberta de uma fórmula da Paz?

Esta entrada foi publicada em ambiente, sociedade com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.